Entenda o conflito entre Armênia e Azerbaijão que dura 30 anos

Luta moderna contabiliza quase 30 anos, apesar de ter nascido séculos antes de Cristo, mas atraiu olhares da comunidade internacional neste dia 27/09/2020, quando Azerbaijão lançou uma ofensiva muito mais intensa e feroz do que as de costume contra a Armênia, causando inúmeras baixas. Segundo sites estrangeiros, 1 avião, 7 helicópteros, 137 blindados e 72 drones.

Quando começou?

Na verdade o conflito que não é novo, possui muito mais do que 3 décadas, porém recebe atenção recente devido ao aumento da intensidade dos combates, principalmente nesta ofensiva do dia 27 que chamou atenção do mundo e de especialistas em geo-política devido as chances de se tornar um evento mundial se continuar a crescer dessa forma, e isso nos leva a apresentar de forma introdutória as raízes do conflito e como ele está se desenvolvendo nos tempos de hoje.

A região Nagorno-Karabakh sofre desde o período pré-soviético, aproximadamente 1917, e de lá pra cá muitas reviravoltas nos poderes sócio-políticos aconteceram no local, como independência recusada e represálias de países como a Turquia, até mesmo uma tentativa de domínio da URSS liderada por Stalin que deixou a população no local em maus bocados, levando ao que temos hoje: duas áreas pararelas em constante conflito em uma determinada região. Quando a URSS saiu do local, deixou todo o armamento de guerra para trás, que foi disputado e consequentemente usado nos conflitos.

Razões da disputa

Liberdade e controle territorial. Uns querem liberdade de continuarem como país próprio, uma região independente. Estes são os armênios desta região, população majoritária da área, pois já que a URSS já caiu a mais de 30 anos, não há razões – e já não havia na época – de continuar obedecendo as diretrizes de controle unilateral da área. O outro lado da moeda quer que isso continue, que é o Azerbaijão. O resultado é esta intensa guerra por território.

Mortos e desabrigados

Desde 1990, milhões estão desabrigados e 30.000 já morreram devido aos conflitos, e a considerar as lideranças de ambos os lados, os números continuarão a crescer pois o diálogo entre as partes, visando trégua, sempre foi fraco, como aconteceu em dezembro de 2015 onde os presidentes de ambos os países se reuniram sem acordo. Este diálogo se tornou inexistente após a última ofensiva.

Pedidos de paz

Rússia e União Européia voltam a pedir que as partes envolvidas, assim como a população de Nagorno-Karabakh encerrem os conflitos. As particularidades do conflito preocupam outros países pois a Turquia pode acabar entrando na briga, o que com certeza trará perigos maiores especialmente se outras partes entrarem contra a Turquia.

Olesya Vartanyan, analista da International Crisis Group, disse em suas redes sociais que “Houveram inúmeros sinais do ataque e ninguém da comunidade internacional tomou alguma atitude. Existe a necessidade de uma real ajuda internacional, pois assim como muitos acharam legítimo o ataque, se todos ficarem de novo em silêncio, podem esperar uma guerra de verdade.”

França, Rússia e Estados Unidos tentam mediar o conflito, ainda mais depois da declaração da Turquia em apoio ao Azerbaijão, já que as relações com o país são melhores do que com a Armênia devido ao genocídio Armênio no passado, provocado pelo império Otomano. Interessante citar que o Azerbaijão é muito rico em gás e petróleo e tem recebido ajuda da Turquia nos investimentos de suas forças armadas nos últimos 2 anos. A Armêmia já mostrou que não vai aceitar o controle e quer apoiar a todo o custo a independência de Nagorno-Karabakh.

Isso causa tensão na comunidade internacional, pois os sinais são de mais conflitos, e agora mais intensos, já que foi a primeira vez que um lado atacou com força jamais vista e encontrou uma defesa também inédita. Ambos os lados estão dispostos a irem com tudo.

 

Referências de consulta:

http://www.globaltieskc.org/blog-armenia-azerbaijan

https://www.npr.org/2020/09/28/917829216/fighting-between-armenia-and-azerbaijan-threatens-to-spiral-into-full-blown-war

https://www .en24news.com/2020/09/seven-key-points-for-understanding-the-conflict-between-armenia-and-azerbaijan.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *