16 Replies to “Novo R-105. Ep. 07. Esclarecendo competências.”

  1. Seria possível disponibilizar links do atual R-105 e da minuta que se propõe a atualizá-lo? Gostaria de lê-los e compará-los para verificar os principais mudanças propostas. Mais uma coisa, não seria possível o Instituto Defesa solicitar uma “audiência” com o Ilustre General? desde já agradeço e fico na torcida de que alterações positivas virão.

    1. pelo que li vai pode sim apesar da altissima potencia quase o dobro de um fal o fuzil 308 é apenas 4 tiros com sistema mecanico da segunda guerra mundial nada comparado com o fuzil de assalto do exercito semi automatico de 30 tiros

  2. Será q não existe uma pressão do governo aos generais do exército para q eles não mudem para melhor é sim sempre para pior as regras para nós CACs?
    Então o Exce. Sr. GEN. TEOFILO não irá mudar oq já existe a tantos anos.

  3. Muito boa iniciativa Lucas! Infelizmente, nós CACs estamos tendo que diminuir ou nos afastarmos de nossas atividades com armas, devido a tantas restrições impostas. O que nos restou foi APENAS, e sem lei que consiga nos proibir, é a defesa de nossas casas com nossas armas. Realmente esperamos que o Exmo. Sr. Gen. Theófilo aja como herói. Convoco a todos a abraçar a causa em prol de nosso direito de defesa. Lucas Silveira nos representa, mas precisamos de muito mais vozes gritando pelo mesmo objetivo!

  4. Vamos juntos lutar por pais melhor,não é só sobre um uma classe más sobre todos nós policiais, atiradores, Guardas juntos somos invencíveis

  5. Parabéns ao presidente do Instituto de Defesa.org Lucas por sua excelente postura neste momento tão importante para nós CAC. Um forte abraço. Dilson Batista

  6. O Sr General Theofhilo, tem jeito de ser uma pessoa que ama o Exército, ama o seu país e respeita o cidadão brasileiro de bem, acho que será
    justo em suas decisões.
    Quem ama o Brasil, ama todo o seu território e tudo que está em seu território incluindo nós, os cidadãos.

  7. sr lucas perdoei a minha ignorância, mas como o mundo é feito de perguntas, gostaria de saber se não é possível saber do próprio senhor general a opinião dele sobre o assunto. pois penso eu que apesar dele ter a caneta ele recebe ordens de outros também, e ele pode até não gostar do quem que fazer mas ele tem contas pra pagar e se ele não fizer sai e entra outro no lugar dele.

  8. Parabéns pela iniciativa.

    Aqui no Rio ainda temos o imposto que elevou de 37% para 200% a alíquota do ICMS. E como, a o imposto passou ser cobrado no destino…..
    Uma Imbel de R$3146,00 em SP, AC, RS, custa aqui R$ 5242,00.
    A medida foi proposta pela governadora Rosinha Garotinho, cassada por liminar proposta pelo Dep. Flávio Bolsonaro, mas vencido no STF.

  9. Mas, o maior dos problemas desta lei(10826/03) é a renovação da propriedade, na “Carta Magna” diz que temos o direito à propriedade, como pode, termos que renovar o registro da arma, “para termos em casa”???

  10. Nós Cas’s somos cidadãos civis. Temos que lutar para tirar essa competência de controle de armas civis, das mãos incompetentes dos militares arcaicos e retrogrados do exército. Chega de nossas vidas controladas por quem são pagos com nossos impostos para nos fuder.

  11. E o povo, que deseja expor sua opinião sobre as armas de fogo,pois votamos em políticos armamentistas para pressionar o direito de defesa(quase extinto). O que posso fazer para a restrição as armas de fogo,ou estatuto do desarmamento ser revogado? Já votei na camara no PL 3.722/2012! E se aprovado no plenário,no senado,etc…, vai ter que pelo General Teófilo?

  12. Repito: nosso problema é estrutural. A função do Exército é obedecer ordens. O País não está em Estado de Sítio, então as Forças Armadas não tem que se intrometer na vida dos civis, principalmente quando se trata de cidadãos que não tem intenção de cometer crimes, o que neste caso, seria competência da Polícia. O Exército deveria ter participado com rigor é da “Ocupação do Morro do Alemão”, por exemplo, onde havia e há ladrões, assassinos, terroristas e guerrilheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *