Saiu o novo R-105 – E continua péssimo

R-105 é o decreto de origem do Exército Brasileiro (COLOG), responsável pelo desarmamento do cidadão no Brasil. Muita gente não sabe, mas a esmagadora parte das restrições a armas em vigor foram inventadas e são mantidas pela força armada, e não pelo Congresso Nacional.

O Instituto DEFESA alertou, em 2015, para a criação pelo então General Theophilo – hoje candidato ao Governo do Estado do Ceará pelo partido desarmamentista PSDB – do texto que substituiria o R-105 atual  (Decreto 3.665/2000).

Embora o político militar já tenha se afastado das funções, os frutos podres de sua gestão continuam a surgir, a exemplo do novo Decreto.

O novo texto, sob o nome de DECRETO Nº 9.493, DE 5 DE SETEMBRO DE 2018, mantém boa parte das restrições da norma revogada, e institui novas medidas restritivas, antes previstas apenas por portaria, a saber:

  • Mantém a ficção de calibres e armas restritas e permitidas
  • Restringe indiretamente o porte de arma do atirador, descumprimento as promessas do candidato do PSDB
  • Confunde colecionismo com antiquário
  • Mantém a divisão entre atiradores, colecionadores e caçadores
  • Segue exigindo habitualidade e filiação obrigatória
  • Mantém restrições a importações de armas e a criação de novas indústrias no Brasil
  • Proíbe silenciadores
  • Desrespeita a Constituição (Art. 217) a considerar o tiro como “esporte formal”

Ainda é preciso fazer melhor exegese do texto, mas a leitura superficial corrobora seu caráter restritivo e agressivo contra o cidadão brasileiro.

Conforme reiteramos desde o início da fundação desta entidade, é impossível esperar que a liberdade de acesso às armas venha de quem detém o poder – e as armas. O direito de se defender apenas será plenamente conquistado quando o povo – e não os políticos (travestidos de militares ou não) – fazer valer o princípio de que todo o poder emana dele.

Leia aqui o Decreto 9493/18 – O novo R-105 na íntegra

 

Mais do que nunca é importante que você se filie ao Instituto DEFESA. Vamos combater juntos os desmandos da classe política sobre este direito que deve ser de todos, de ter e portar arma.

27 Replies to “Saiu o novo R-105 – E continua péssimo”

  1. Boa noite…. Estive lendo o novo R105. Não encontrei restrições sobre lunetas, armas de pressão acima de 6mm e equipamentos de recarga! Sabem me dizer como irão ficar estes itens? Estão liberados para comprar até em mercearia? Rs

  2. Na verdade, o que tinha que acontecer é pararem de distinguir se o cidadão é caçador, atirador, ou colecionador. Já fui atirador e já fui caçador registrado também, nos tempos do IBDF. Quero ter o direito de adquirir as minhas armas na qualidade de cidadão pagador de impostos. É isto que tem que acontecer. Chega de burocracia. Mais respeito com o cidadão!

  3. Nossa esperança será a eleição de JAIR BOLSONARO para acabar com essas aberrações. Marginais continuam com seus direitos…portando fuzis, granadas, lançadores de morteiros etc..e o cidadão de bem sem o direito de se defender.
    Mas temos esperanças de dias melhores.
    Humberto G. Fittipaldi Filho
    Atirador filiado ao Clube Colt 45/RJ
    Policial Civil Aposentado.

  4. Este artigo do grupo Campanha do Armamento contém uma boa síntese. Estou lendo o novo R-105 lentamente para anotar os comentários. Depois publicá-los-ei. Em todo o caso eu adianto que já demonstrei em público que o Theóphilo é um traidor, indigno de confiança, portanto. E não há generais que mereça tal confiança. E nem chefes de polícia nem delegados que o mereçam. São nossos inimigos. Cuidado com eles.

  5. próprio de países que desejam o povo desarmado para fins de controle. totalitarismo na certa. este Gen talvez tenha sido o que chamamos de melancia. Infelizmente estamos cercados de infames leis as quais não interessam a nós homens de bem e sim a “bandidos” que desejam se locupletarem através de empresas de segurança, monopólio de armas e crimes de qualquer espécie

  6. Isso e uma vergonha para o Brasil onde ao os vagabundos tem direitos e o cidadão continua refém desses canalias desses políticos corruptos vagabundos isso e a verdade em quanto os brasileiros não sim unir para acabar com essa palhaçada vai ser sempre assim o cidadão sem seus direitos

  7. R105 agora tem que pagar tudo. Matrícula do clube anuidade , Cruz , entre outros… Só quem tem dinheiro de verdade pq dependendo da arma que o cidadão de bem vai comprar somando tudo por baixo vai no mínimo 12,000 mil reais

  8. Quem não tem condições poderia se associar ao clube de tiro e aproveitar dos benefícios agora nem uma coisa nem outra juntou tudo

  9. Boa noite
    E quanto ao uso de armas de pressão airsoft sem a ponta laranja e ou documento que comprove a origem, tem algum procedimento?

  10. Tinha que ser liberado todos os tipos de armas (fuzis, metralhadoras, armas de precisão, etc) igual nos EUA e Europa.Lá as armas são liberadas e tem menos homicídios que aqui. O problema não é as armas.

  11. Só lembrando que nosso exercito tomou pela força em 64 o poder, não são só os esquerdistas que tem viés desarmamentista nas terras tupiniquins. Até agora o Bozo ou Bolsonaro parece que já cumpriu com o prometido na campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *